Startup participa de desafio internacional com sistema de gestão zootécnico de ovinos

farminA gestão do rebanho de ovinos e sua análise zootécnica é uma prática comum para qualquer criador de ovinos. Contudo, um grupo de empreendedores, liderados por Leonardo Conchon Fávaro, criou a Farmin, um sistema que aglutina e gerencia, fornecendo diversos tipos de informação sobre a situação do rebanho e o acompanhamento e desempenho individual de cada animal.

O projeto participa do programa Lisbon Challenge, entre mais de 600 startups do mundo inteiro, a Farmin está passando por uma experiência de negócio internacional em Lisboa, cidade que está se consolidando como a capital europeia do empreendedorismo tecnológico. A equipe da startup está desenvolvendo o que há de mais moderno em tecnologia para produtores de ovinos e caprinos.

De acordo com Fávaro, o objetivo é oferecer um caminho facilitado para que o produtor consiga atingir excelentes índices zootécnicos “A ideia é que ele consiga rapidamente tomar melhores decisões e, é claro, aumente sua lucratividade”, comentou. O serviço já pode ser utilizado gratuitamente, mesmo ainda em desenvolvimento. Basta acessar o site da startup e enviar as informações do rebanho.

O empreendedor também explica como tudo funciona o sistema:

1 – Os dados são coletados a campo, utilizando um celular ou tablet Android. O mais interessante é que não é necessário internet ou sinal de celular.
2 – Nós consolidamos os dados e enviamos para o sistema de análise, automaticamente.
3 – As informações ficam disponíveis em painéis gráficos, que permitem uma rápida análise e tomada de decisão. Por exemplo, é possível identificar facilmente o animal que não tenha um desempenho adequado e rapidamente tomar as medidas necessárias. Tudo isso sem necessariamente estar na propriedade.

“Para experimentar o serviço gratuitamente é muito fácil. Não importa como você mantém as informações do seu rebanho atualmente, pode ser planilha Excel e até mesmo papel. O criador nos envia, por e-mail ou correio, e nós fazemos o lançamento das informações e disponibilizamos para análise em poucos dias”, destacou Fávaro.

Mais informações aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>