Rui Machado é o novo chefe da Embrapa Pecuária Sudeste

RuiMachadoO pesquisador Rui Machado assumiu na última segunda-feira (20), a gestão da Embrapa Pecuária Sudeste, localizada em São Carlos (SP). Ele substitui o chefe-geral, Maurício Mello de Alencar. Os novos chefes-adjuntos são o pesquisador da Embrapa Alexandre Berndt, de Pesquisa e Desenvolvimento; o veterinário Marco Aurélio Bergamaschi, que assumiu a chefia de Administração; e, o engenheiro agrônomo André Luiz Novo, na chefia de Transferência de Tecnologia.

De acordo com Machado, o foco da nova gestão será inovação tecnológica para uma agropecuária sustentável. O plano de trabalho, além de manter os projetos em andamento, inclui algumas linhas prioritárias que devem ser criadas ou ampliadas. O chefe-geral cita, como exemplos, agricultura e zootecnia de precisão e sistemas integrados de produção. Ele também pretende dar ênfase em pesquisas com insumos e produtos alternativos, como produção orgânica, na ampliação de ações com fitoterápicos e em estudos com homeopáticos.

Machado destaca que a inovação deve ter foco no aumento de renda no campo e na produção sustentável na região Sudeste. “A Embrapa tem técnicas que colaboram para o aumento da renda no campo, para reduzir os impactos ambientais de produção e melhorar a fixação das pessoas no campo”, salientou. Existe a preocupação com o estabelecimento de estratégias para que os resultados das pesquisas desenvolvidas, como produtos, serviços e tecnologias, sejam efetivamente implementados, principalmente pelos produtores rurais.

“A ampliação de parcerias contribui para acelerar o processo de inovação, mobilizar competências e compartilhar recursos, oportunidades, aprendizados e soluções”, explicou Machado . Apesar do desafio, o novo chefe-geral está otimista em relação à gestão. “É um desafio administrar a Embrapa Pecuária Sudeste, principalmente pela importância que o agronegócio tem para a economia e para a sociedade brasileira. Mas nós podemos contribuir com a disponibilização de tecnologias e serviços”, afirmou.

Currículo
O novo chefe-geral da Embrapa Pecuária Sudeste é médico veterinário, mestre pela University of Illinois (1993) e doutor em reprodução animal pela Universidade de São Paulo (2005). Pesquisador da Embrapa desde 1987, acumulou experiência em gestão de pesquisa e transferência de tecnologia. Foi chefe adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento (2006/2008) e secretário executivo do Comitê Técnico Interno (CTI) da Embrapa Pecuária Sudeste. Preside a Comissão de Ética no Uso de Animais desde 2006. Machado tem experiência em fisiologia e farmacologia da reprodução, manejo reprodutivo animal e em biotécnicas avançadas da reprodução assistida em ruminantes de interesse comercial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>