França desenvolve novo teste de detecção precoce de gestação em ovinos

pregnantsuffolkO Centro de Pesquisa e Tecnologia Agroalimentar de Aragão, o Instituto Nacional de Pesquisa e Tecnologia Agrária e Alimentar, o Grupo Cooperativo Oviaragón e o Instituto Nacional de Pesquisa Agronômica de Clermont Ferrand, todos da França, desenvolveram um procedimento para identificar precocemente as ovelhas gestantes, por meio de uma análise do soro das fêmeas por espectroscopia (NIRS). O procedimento foi registrado, recentemente, no Escritório Espanhol de Patentes e Marcas (OEPM).

O teste tem sido comparado com a detecção de gestação mediante ecografia aos 45 dias após a cobertura e com testes comerciais ELISA de detecção de glicoproteína associada à gestação (PAG) e progesterona (P4). A sensibilidade da análise do plasma procedente do sangue extraído no dia 18 após a cobertura foi similar para o novo teste NIRS e os testes comerciais de P4 e, maior em comparação com o teste de PAG.

Quando à especificidade, os testes NIRS e PAG alcançaram 100%, enquanto que o P4 ficou abaixo. Se o sangue analisado foi extraído no dia 25 após a cobertura, a sensibilidade e a especificidade do teste NIRS e do teste PAG foram de 100%.

O sistema NIRS permite saber o estado de gestação de forma rápida e sem requerer o uso de nenhum tipo de reativo, de forma que pode ser uma ferramenta de grande utilidade para melhorar a eficiência reprodutiva dos rebanhos. Com somente uma amostra de sangue, o criador pode saber se as ovelhas estão ou não grávidas, algo imprescindível para realizar um manejo correto em função do estado dos exemplares ou antes de comércio, compra, venda, etc.

Com informações do portalveterinaria.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>