Exportações de carne ovina no Uruguai aumentaram 71% em janeiro

suffolkspain2No Uruguai, as exportações carne ovina com osso somaram 2.461 toneladas, o que representa 8% de todo volume de carnes exportadas no país e 71% a mais do que no mesmo período do ano anterior, quando foram exportadas 1.439 toneladas. O principal mercado foi o Mercosul, seguido da China e da União Europeia, que juntos, correspondem a 89% do volume total de exportação.

Logicamente que o faturamento também aumentou. As exportações de carne ovina no período foram de US$ 9,637 milhões, 83,73% a mais que no mesmo período do ano anterior, quando foram exportados US$ 5,245 milhões. O número de cabeças abatidas nos estabelecimentos também foi recorde, chegando 133 mil.

Uruguai também pode entrar no mercado mexicano
O México está disposto a analisar a possibilidade de frigoríficos uruguaios entrarem com cortes ovinos com osso no seu mercado. O objetivo é que, no futuro, os mexicanos possam conhecer a ferramenta de “curral de isolamento”, elemento garantia sanitária. Alguns estados mexicanos, como é o caso de Coahuila de Zaragoza (na fronteira com os Estados Unidos) querem desenvolver sua produção ovina mirando o mercado americano e enxergam o Uruguai como referência.

Nesse sentido, o presidente do Instituto Nacional de Carnes do Uruguai (INAC), Luis Alfredo Fratti, e o vice-presidente, Fernando Pérez Abella, reuniram-se recentemente no Uruguay Natural-Parrilla Gourmet, com o governador constitucional do Estado de Coahuila de Zaragoza, Ruben Moreira Valdéz, e autoridades da Embaixada do México no Uruguai, para ver como poderiam desenvolver a iniciativa.

Com informações do jornal El País e do INAC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>