Criador do mês – Elvio de Oliveira Flores

elvioEx-executivo da Sadia, onde trabalhou por 38 anos, esse gaúcho de Uruguaiana é um apaixonado pela raça Suffolk, com uma criação de quase 30 anos. Atualmente é diretor de finanças da ABCOS.

Sempre com boas histórias, segue o depoimento de como começou sua criação no Suffolk e em seguida, nossa entrevista. Leia e aprecie!

No início da década de 1990, iniciei uma criação de ovinos, como um bom uruguaianense me decidi pelo Suffolk. Em viagens pelo mundo afora, por questões profissionais, sempre me chamou a atenção a frequência com que via esta nobre raça. Onde quer que fosse sempre encontrava as Suffolk, que se destacavam na paisagem, com seu porte e beleza.

Numa ocasião, pedi para um amigo que me arranjasse um reprodutor para cruzar com ovelhas comuns que tinha na fazenda. Um certo dia, aparece meu grande amigo Ipenor Zanella, representante de uma empresa de produtos veterinários, com um cordeiro Suffolk, que trouxe de Lagoa Vermelha (RS), na época com ótimos criadores.

Os resultados foram surpreendentes, cordeiros maravilhosos que fizeram dar um salto de qualidade em minhas ovelhas comuns. As vantagens de criar ovelhas é a grande possibilidade de criar novos amigos.

Em 1992, quando comecei comprar as primeiras ovelhas puras Suffolk, mais uma vez um grande amigo, Euclides Matioli, ótimo criador de Suffolk, de Lages (SC), esteve a meu lado, me orientando na compra de linhagens que serviram de base para minha criação.

Entrevista – Elvio de Oliveira Flores

Nome: Elvio de Oliveira Flores
Idade: 75 anos
Local de nascimento: Uruguaiana (RS)
Local onde vive: Concórdia (SC)
Formação: Técnico em Zootecnia

Quais raças cria?
Suffolk!

Quais são as principais características que você destaca no Suffolk?
As características do Suffolk são a produção de muita carne e as carcaças bem conformadas, que estão sendo ainda mais incrementada no Suffolk brasileiro, com esta importação de animais da Inglaterra.

Na sua opinião, quais raças formam o melhor cruzamento com o Suffolk?
A raça Suffolk é a melhor raça para fazer cruzas para produção de carne. Qualquer raça que você cruze com Suffolk, vai ter uma ótima heterose, em desenvolvimento de carcaça, muita carne combinada com um fator menos presente na maioria das raças de carne: a rusticidade.

Quais as perspectivas para o Suffolk nos próximos anos?
Quanto ao futuro, estamos caminhando bem para alcançar o lugar que nos cabe, dentre as raças de carne no Brasil. Temos notado uma grande procura de fêmeas para reprodução, isso é uma demonstração de que estamos conquistando parcela do mercado.

O que pode ser aprimorado no desenvolvimento do Suffolk?
O desenvolvimento da raça no Brasil está delimitada, pela capacidade que a indústria da carne de cordeiro tenham em aumentar o consumo de carne ovina no Brasil. Para isso são necessário duas coisas muito importante: oferta de cordeiros o ano todo e animais padronizados, em conformação e peso ao abate. A ABCOS tem limitações para fazer grandes mudanças na indústria brasileira de carne ovina, mas tem como principal função divulgar por todos os meios as características produtoras de carne da Suffolk.

Qual importância das feiras e seus julgamentos para o Suffolk?
As Exposições e Feiras são uma maneira de divulgar a raça. Além de permitir que pessoas que estejam iniciando, possam comparar e fazer suas escolhas.

O que a ABCOS pode fazer para contribuir ainda mais para o fortalecimento do Suffolk?
Um passo importante que deveremos fazer, além dos cursos de Jurados, é tentar um sistema de avaliação de reprodutores, com isso poderemos obter as melhores alternativas para os criadores e deixar de depender tanto das constantes importações de sêmen ou embriões. Como estas medidas são muito caras e de difícil operacionalização, num país continente, ainda vamos ter periodicamente que ir buscar melhoramento genético no exterior.

O que é preciso para que a carne de cordeiro ganhe uma fatia maior no mercado de carnes?
Para incrementar a ovinocultura de carne, necessitamos conquistar os consumidores, com carne de qualidade e ofertada ano todo em todos os supermercados, algo que a avicultura conquistou, a partir da década de 1970, com sistema integrado, que transformou o Brasil num dos maiores exportadores de frangos do mundo. O que a suinocultura tem feito nos últimos tempos, seguindo a avicultura com sistema integrado de produção de matéria prima de qualidade padronizada.

1 Comentário

  1. Fabiano Henrique Silveira disse:

    A raça suffolk adapta ao calor do centro oeste do Brasil, em Goiás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>