Ministro do Reino Unido anuncia novo fundo para produtores ingleses

suffolk_frio2

O ministro do Departamento de Meio-Ambiente, Alimentos e Assuntos Rurais (Defra) do Reino Unido, David Heath, pediu que a população britânica comprasse carne de cordeiro produzida na Inglaterra, para apoiar os produtores de ovinos do país. Heath também anunciou um fundo de £ 250.000 (R$ 761.400) para os produtores na Inglaterra que perderam animais devido ao clima muito frio, que está castigando a terra da rainha.

“Eu peço ao público e aos negócios de alimentos que ajudem nossos produtores comprando carne de cordeiro britânica”, disse o ministro. O novo fundo será usado para reembolsar os produtores pela remoção de animais que morreram devido à asfixia, fome ou hipotermia devido às baixas temperaturas de março. A medida segue uma recente visita de Heath a Cumbria para ver as áreas afetadas.

“A perda de ovinos durante uma das piores neves na memória viva teve um terrível efeito emocional e financeiro nos produtores afetados, motivo pelo qual estou feliz em anunciar essa medida adicional hoje”, afirmou o ministro, com o objetivo de estimular os criadores britânicos.

A União Nacional de Produtores Rurais (NFU) aprovou a medida para fornecer assistência com a remoção dos animais mortos. “Essa medida muito bem vinda do Defra virá como um alívio enorme a essas famílias de produtores que lutaram com a pior neve de primavera da memória e vem desde então enfrentado problemas muito específicos do custo da remoção de grandes números de animais mortos”, disse o vice-presidente da NFU, Meurig Raymond, que será o responsável detalhar como o direito será distribuído,

A Defra também disse que está trabalhando com a National Fallen Stock Company (NFCS) para encorajar os coletores a oferecer taxas de desconto para a remoção de mais de 10 ovinos por vez. O Governo anteriormente relaxou as leis sobre queimar ou enterrar os animais mortos no local.

Com informações do portal The Grocer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>