Governo do Rio Grande do Sul recomenda vacinar o rebanho contra raiva herbívora

Governo do Rio Grande do Sul recomenda vacinar o rebanho contra raiva herbívoraA Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio (SEAPA) do Rio Grande do Sul está orientando os criadores a vacinarem os animais contra raiva herbívora nos municípios de São Pedro do Sul e São Sepé, localizados na região central do Estado. De acordo com o governo, há focos recentes da doença nessa região, mas a orientação tem apenas o caráter preventivo.

O alerta foi reforçado para criadores que possuem propriedades em áreas limítrofes com os municípios afetados. As doses da vacina anti-rábica podem ser adquiridas em casas agropecuárias. Após a primeira aplicação é necessário reforço de 21 dias.

De acordo com médico-veterinário da Inspetoria de Defesa agropecuária de Santa Maria, Claudio Disconzi, o foco aberto em São Sepé, na localidade de Mata Grande, está sob controle. “A orientação é uma vacinação preventiva, para garantir que a doença não se espalhe”, destacou Disconzi.

Para conter a expansão, a SEAPA está executando medidas de controle da população de morcegos hematófagos de forma contínua na região. A colaboração do produtor é importante, na localização da existência de abrigos e de agressões de animais às Inspetorias. Neste ano, já foram registrados cerca de 130 focos de raiva em todo o Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>