Criador do mês – Ivan Brezolin Marquetto

O criador Ivan Brezolin Marquetto é um médico oftalmologista e apaixonado pelo Suffolk. Atento ao mercado de ovinos e a capacidade da raça produzir cordeiros de qualidade, o criador tem uma perspectiva bastante interessante sobre o crescimento e desenvolvimento do Suffolk e da ovinocultura. Confira a entrevista!

Perfil
Nome: Ivan Brezolin Marquetto
Idade: 35 anos
Local de nascimento: Santa Maria – RS
Local onde vive: Venâncio Aires – RS
Formação: Médico Oftalmologista

Quais raças cria?
Suffolk.

Quais são as principais características que você destaca no Suffolk?
Precocidade e fertilidade.

Na sua opinião, quais raças formam o melhor cruzamento com o Suffolk?
Acho que o Suffolk é capaz de melhorar qualquer raça visando carne.

Quais as perspectivas para o Suffolk nos próximos anos?
Na minha opinião as perspectivas do Suffolk estão vinculadas diretamente ao mercado de carne ovina. Se houver organização e aumento da produção com maior comercialização da carne ovina, com certeza, o Suffolk será uma das raças mais procuradas, como já ocorre no resto do mundo.

O que pode ser aprimorado no desenvolvimento do Suffolk?
Acredito que podemos melhorar em rusticidade. Não se produz carne do nada, mas estamos procurando o equilíbrio entre custo e resultados. Não há dúvidas que o Suffolk é o melhor produtor de carne ovina e trabalhamos para fazer isso com o menor custo possível.

Qual importância das feiras e seus julgamentos para o Suffolk?
As feiras e julgamentos tem o papel de direcionar os criadores em relação a quais animais são mais viáveis através do conhecimento e experiência dos jurados e da associação, criando atalhos e evitando erros pelos quais muitos de nós já passamos.

Como você vê a atual situação da ovinocultura no Brasil?
Me preocupa a falta de cadeia produtiva organizada, como ocorre na bovinocultura. A comercialização dos cordeiros ainda é restrita. Há dificuldades de comercialização, pois não há frigoríficos que possam comprar de forma constante e por preço que seja compensador. Por outro lado, os frigoríficos argumentam que não há oferta de animais. O fato é que há consumidor final para a carne e acredito que o empasse acima vai precisar de alguma instituição que organize e junte as partes.

1 Comentário

  1. Chico Jorquera disse:

    Muito bom criar sulfock. Produtividade com qualidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>