Criador do mês –Eurídes Carneiro de Matos

14359138_784614924975103_2092723785527563945_nO senhor Eurídes e dona Regina tem a ovinocultura no nome, o casal Carneiro de Matos cria Suffolk há mais de 40 anos e viram os altos e baixos da raça e da atividade, mas ressaltam o bom momento do Suffolk na ovinocultura brasileira. Confira a rápida entrevista com esse casal ativo e simpático, que comanda a Fazenda Planalto, em Castro (PR).

Perguntas – Criador do mês

Nome: Eurídes Carneiro de Matos
Idade: 80 anos
Local de nascimento: Piraí do Sul (PR)
Local onde vive: Piraí do Sul (PR)
Formação: Técnico

Quais raças cria?
Suffolk.

Quais são as principais características que você destaca no Suffolk?
Sem dúvida, o ganho de peso dos cordeiros, o sabor e a qualidade da carne.

Na sua opinião, quais raças formam o melhor cruzamento com o Suffolk?
Todas as raças fazem bom cruzamento com o Suffolk, mas especialmente o Ile de France, o Dorper e o Texel, produzem cordeiros excelentes.

Quais as perspectivas para o Suffolk nos próximos anos?
O Suffolk é uma raça de ovinos que se adapta a todos os campos do Brasil. Nesse sentido, é necessário divulgar e promover o Suffolk, como uma das principais raças da ovinocultura brasileira.

O que pode ser aprimorado no desenvolvimento do Suffolk?
O Suffolk precisa de um padrão, independente dos criadores de São Paulo, Paraná, Santa Catarina ou Rio Grande do Sul, os cordeiros precisam de um padrão de qualidade, talvez uma marca que diferencie o Suffolk.

Qual importância das feiras e seus julgamentos para o Suffolk?
Os eventos são importantes porque criam um parâmetro para a criação. Quando a gente compara os nossos animais com os de outros criadores, tem uma dimensão do que é o Suffolk no Brasil atualmente.

O que a ABCOS pode fazer para contribuir ainda mais para o fortalecimento do Suffolk?
A associação tem que promover mais a raça e os criador devem estar presentes em todos os eventos da ovinocultura. Aqui no Paraná, na cidade de Castro, em casa, há uma feira muito importante chamada Agroleite e talvez a associação possa colaborar com os troféus, faixas, enfim, algo que estimule a divulgação da raça.

Como você vê a atual situação da ovinocultura no Brasil?
Eu e a Regina estamos na criação de ovinos e de Suffolk há mais 40 anos. Durante esse período, vivemos diversos momentos, criadores entrarem e saírem da criação da raça, mas muito mais saíram do que entraram. A ovinocultura se modernizou e vejo o Suffolk no melhor momento da raça. Os criadores devem estar presentes em todos os eventos, colaborando para a divulgação da raça e acompanhando o que as outras estão fazendo.

O que é preciso para que a carne de cordeiro ganhe uma fatia maior no mercado de carnes?
Maior divulgação, porque a carne de cordeiro ainda não é bem aceita pelos consumidores e não existe padrão de qualidade. Atualmente, os animais destinados ao abate são de ótima qualidade. Essa qualidade é que vai fazer com o cordeiro esteja cada vez mais presente na mesa dos consumidores. O Suffolk tem uma importância muito grande na qualidade da carne de cordeiro.

O que você gostaria de acrescentar?
A carne de cordeiro é de muito boa qualidade, fácil digestão, leve saborosa, suculenta, marmoreio excelente, mas é preciso que ela seja aceita pelos consumidores. O Suffolk tem um papel muito importante na qualidade dessa carne, por isso é preciso divulgar mais e estar presentes nos eventos da ovinocultura, divulgando a raça e a carne.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>